Após ter sido fixada a meta de superávit primário de R$ 108 bilhões para os Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social – e a busca de resultado para o setor público consolidado não financeiro de R$ 155,8 bilhões, ambos na Lei nº 12.708/ 2013 – parece que o Leão ainda não se deu por satisfeito.

Com a publicação da Lei nº 12.901/2013, divulgada nesta quinta-feira no Diário Oficial da União, o governo central autorizou o esforço fiscal para tentar obter o resultado para o setor público consolidado não financeiro, referida na Lei de Diretrizes Orçamentárias.

Com isso, a fiscalização aperta nesse fim de ano!