Os vereadores de Fortaleza aprovaram, na quarta-feira, 10, um requerimento escrito e outro verbal de autoria do vereador Salmito Filho (PROS) pedindo que a Presidência da Mesa não dispense licitação para a realização de concurso público.

O processo do certame tem gerado divergência por causa da sinalização do atual presidente, vereador Walter Cavalcante (PMDB), de que realizará o concurso através da dispensa de licitação. Walter afirma que encaminhou pedido de posicionamento do Ministério Público sobre a condução do processo e só se posicionará definitivamente após resposta.

O requerimento foi assinado por 41 dos 43 vereadores, com exceção de Walter e Wellington Sabóia (PSC). Os parlamentares pedem abertura de licitação nacional para que o processo do concurso seja transparente, possibilitando o maior número de participantes para as vagas ofertadas.