O Ministério da Defesa baixou uma portaria normativa que institui uma assessoria responsável por cuidar de “Setores Estratégicos de Defesa”. O objetivo é auxiliar o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas na resolução de demandas de áreas consideradas fundamentais: nuclear, cibernético e espacial – definidas na Estratégia Nacional de Defesa.

A ASED deverá ser chefiada por oficial-general, oficial-superior ou ocupante de cargo DAS nível 4 ou 5. A assessoria deverá apresentar regularmente relatórios sobre o desenvolvimento de ações e programas que digam respeito ao setor estratégico.