O Senado Federal publicou um ato no Diário Oficial da União em que autoriza o Estado da Bahia a realizar duas operações crédito externo: uma no valor de US$ 200 milhões para o Programa de Fortalecimento do Sistema Único de Saúde de Salvador e outro no valor de US$ 150 milhões para a 2ª etapa do Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável do Estado. Se somados, os montantes autorizados chegam próximos a R$ 850 milhões. A verba será concedida pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID.

As quantias serão liberadas gradualmente em até cinco anos, conforme a necessidade dos órgãos gestores. A amortização do primeiro valor será feita em até 40 prestações mensais, começando a vencer 66 meses após a assinatura do contrato. Já no que se refere aos investimentos no setor rural, o desembolso será feito mensalmente até 2019, de acordo com cronograma a ser elaborado. Haverá um período de carência de 54 meses e o Estado terá até 2044 para liquidar a dívida. Em ambas, a taxa Libor incide para efeito do cálculo dos juros.

As secretarias responsáveis pela aplicação dos recursos ainda não pontuaram em quais ações específicas serão empregados os recursos.