No Diário Oficial desta sexta-feira, 1º, o Banco do Brasil apresenta a aprovação das demonstrações financeiras da instituição e o Relatório da Administração relativos ao exercício de 2013, publicados em 11 de março de 2014.

As aprovações foram realizadas em Assembleia Geral Extraordinária do dia 29 de abril de 2014, ocasião em que a instituição financeira também aprovou a proposta de destinação do Lucro Líquido, referente ao exercício de 2013, sugerindo que o Conselho de Administração da entidade se pronuncie expressamente sobre a destinação do resultado e que a constituição da reserva estatutária seja acompanhada de nota com justificativa técnica para a sua constituição, devidamente aprovada pelos Conselhos de Administração e Fiscal.

Dentre outras medidas administrativas, o banco ainda fixou o valor global para a remuneração dos administradores, no período de abril de 2014 a março de 2015, em até R$ 2.193.201,08. Também vedou o pagamento de qualquer item de remuneração não deliberado na Assembleia para os administradores, incluindo benefícios de qualquer natureza e verbas de representação.

A instituição ainda decidiu não remunerar os membros do Conselho de Administração da empresa pertencentes à Diretoria Executiva do Banco, tendo em vista que a remuneração paga a eles abrange as funções que exercerão na BB Consórcios.