A Prefeitura de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, deve iniciar ainda nesta semana o processo de licitação para obras do corredor de ônibus sudoeste. O empreendimento, financiado pelo Programa de Aceleração do Crescimento – PAC Mobilidade, contempla quatro vias e possui investimento previsto de R$ 28,8 milhões.

Os trechos a serem licitados contemplam o recapeamento das vias Marechal Deodoro (R$ 10,568 milhões), Bandeirantes (R$ 11,802 milhões), Brilhante (R$ 5,452 milhões) e da Travessa Guia Lopes (R$ 1,046 milhão). Em todas serão incorporadas áreas específicas para o tráfego de ônibus e pontos de embarque e desembarque em canteiros centrais.

A proposta de corredores exclusivos para o transporte coletivo teve início em 2012, como forma de reduzir o tempo de trajeto realizado pelos ônibus. O projeto prevê recapeamento de 58 quilômetros, além da reforma do Terminal Morenão e construção dos terminais Cafezais, São Francisco, Tiradentes e Parati. O investimento total previsto é de R$ 119,4 milhões. Outros trechos incluídos no projeto contemplarão a Avenida Gury Marques, Costa e Silva, Calógeras, Rui Barbosa e 13 de Maio, além da Rua Bahia, Coronel Antonino, Cônsul Assaf Trad, Alegrete, Antônio Maria Coelho e Mato Grosso.