O consórcio de empresas Companhia de Concessões Rodoviárias – CCR divulgou recentemente, em evento público, suas prioridades em parcerias público-privadas – PPPs na área de mobilidade urbana. A empresa já é acionista de algumas PPPs de mobilidade urbana, dentre os quais estão a Linha 4 do Metrô de São Paulo, a CCR Barcas, o Corredor Expresso TransOlímpica (RJ), VLT do Rio de Janeiro, Metrô de Salvador, Aeroporto Internacional Mariscal Sucre, Aeroporto Internacional Juan Santamaría, Aeroporto Internacional Hato,

Aeroporto Internacional de Belo Horizonte-Confins.

 

Além disso, controla o Rodoanel paulistano e a Via Dutra – principal estrada que liga São Paulo ao Rio de Janeiro – e diversos trechos de estradas já entregues a iniciativa privada. No total, a CCR administra 3.284 km em todo o país. Segundo a CCR, com base em fontes oficiais, a estimativa de investimento nestes projetos é de R$ 38,7 bilhões.

 

Para os próximos anos, o foco da companhia serão os seguintes projetos:

 

Trem Intercidades (SP);

Metrô de Belo Horizonte (MG);

VLT Confins (MG);

Metrô de Brasília (DF);

Linha 3 Niterói (RJ);

Metrô de Curitiba (PR);

Metrô de Porto Alegre (RS);

Travessia de Florianópolis (SC);

Metrôs de São Paulo, Linhas 5, 17 e 20 (SP).