O Ministério das Comunicações estabeleceu nesta terça-feira, 11, novos valores tarifários para serviços nacionais e internacionais ofertados pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – ECT. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União e prevê um arredondamento de preços que facilite a prestação dos serviços. O último reajuste havia sido feito em junho de 2012.

O primeiro porte de carta comercial, com peso de até 20 gramas, passou de R$ 1,20 para R$ 1,30. A carta não comercial, sem serviços adicionais, foi reajustada de R$ 0,8 para R$ 0,85. Entre os serviços adicionais estão registro da carta, aviso de recebimento e mão própria. A Carta Social, destinada a pessoas de baixa renda, permanecerá em R$ 0,01.