A Comissão de Valores Imobiliários – CVM identificou que a empresa de negociação online IronFX tem atuado irregularmente no Mercado Forex (Foreign Exchange) – um mercado destinado a transações de câmbio que contempla trocas entre grandes bancos, bancos centrais, empresas multinacionais, governos e outras instituições financeiras.

A notícia foi publicada no Diário Oficial da União de hoje (Ato Declaratório nº 14.375, de 10 de agosto de 2015) pela Superintendência de Relações com o Mercado e Intermediários e no site da própria CVM.

Ilegalidade da IronFX

Há quem diga que a empresa é uma tentativa de scam.
A Iron FX é confiável? Para a CVM, não.

A Superintendência da CVM afirma que há de indícios de que a empresa IronFX, por meio da página http://www.ironfx.com na rede mundial de computadores, efetua a captação de clientes para a realização de operações no denominado mercado Forex.

A CVM resolveu declarar a irregularidade cometida pela empresa por considerar que as operações realizadas no mercado Forex envolvem negociações com pares de moedas estrangeiras, revelando a existência de instrumentos financeiros por meio dos quais são transacionadas taxas de câmbio. Segundo a comissão, essas características se amoldam-se à definição de contrato derivativo e, portanto, ao conceito legal de valor mobiliário.

Por meio do Ato Declaratório nº 14.375/2015, a Comissão de Valores Imobiliários declarou aos participantes do mercado de valores mobiliários e o público em geral, que a empresa IronFX não está autorizada a captar clientes residentes no Brasil, por não integrar o sistema de distribuição de valores imobiliários, regulamentado pela Lei nº 6.385/1976.

O sistema de distribuição de valores imobiliários é composto pelas as instituições financeiras e demais sociedades que tenham por objeto distribuir emissão de valores mobiliários; pelas sociedades que compram valores mobiliários em circulação no mercado para revende-los por conta própria; pelas sociedades e pelos agentes autônomos que exerçam atividades de mediação na negociação de valores mobiliários em bolsas de valores ou no mercado de balcão; pelas bolsas de valores; pelas entidades de mercado de balcão organizado; pelas corretoras de mercadorias, operadores especiais e Bolsas de Mercadorias e Futuros; e pelas entidades de compensação e liquidação de operações com valores mobiliários.

Sanção

A CVM determinou que a IronFX providencie a imediata suspensão da veiculação de qualquer oferta pública de oportunidades de investimento no mercado Forex aos brasileiros, de forma direta ou indireta, inclusive por meio da página http://www.ironfx.com ou por outro mecanismo de conexão à rede mundial de computadores.

Caso a empresa venha descumprir a determinação deverá pagar multa diária, no valor de R$ 1.000,00, sem prejuízo da responsabilidade pelas infrações já cometidas antes da publicação do ato declaratório.

O que é o Mercado Forex?

O Forex tem características diferentes de outras modalidades, com lucros exorbitantes caminhando juntamente com perdas igualmente imensas.
O Forex oferece alta taxa de lucro, porém é um investimento volátil e arriscado.

O Mercado Forex apresenta algumas características diferenciadas quando utilizado para fins de especulação financeira, como a negociação em par de moedas (Iene/Dólar, por exemplo); alto volume de operações com elevada liquidez; operação contínua (24 horas por dia, exceto finais de semana); múltiplas plataformas de negociação; e variedade de fatores que influenciam a taxa de câmbio.

A regulamentação para esse mercado é inexistente no Brasil, no entanto a CVM orienta que os investidores observem as normas aplicáveis aos investimentos realizados no estrangeiro, inclusive as definidas pelo Banco Central.

IronFX

A IronFX possui 16 plataformas a negociar mais de 3000 instrumentos em Forex e em outros mercados. A empresa atende clientes em mais de 180 países na Europa, Ásia, Médio-Oriente, África e América Latina. A organização afirma ser líder mundial na área da negociação on-line.