Do portal do Planejamento, com adaptações

Para levar cursos de capacitação a servidores públicos em todos os estados, a Escola Nacional de Administração Pública – Enap e o Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica – Conif assinaram hoje, 9, um termo de cooperação.

A iniciativa, que faz parte do programa ‘Enap em Rede – capacitando servidores’, vai oferecer cursos da escola, sediada em Brasília, a 200 turmas, capacitando seis servidores federais em outras localidades. Atualmente, 88% dos servidores federais atuam fora da capital.

Além de ampliar os serviços da Enap, o programa reduzirá custos de deslocamento dos servidores e permitirá que os cursos sejam relacionados às necessidades de cada local ou região.

“Os institutos federais vão manter um diálogo com outros órgãos públicos que, por sua vez, vão identificar as suas necessidades de capacitação. Esses estudos internos que vão balizar quais servidores e quais áreas serão contemplados”, explicou o presidente da Enap, Gleisson Rubin.

O presidente da Conif, Belchior Rocha, destacou que, nesta parceria, os institutos federais têm a oferecer a expertise em formação profissional e a rede de ensino mais capilarizada do país. Por outro lado, os institutos também irão se beneficiar. “Creio que 70% de nosso quadro é composto por servidores com menos de cinco anos de instituição. Há, assim, uma grande necessidade de capacitação”, apontou Rocha.

Além dos institutos federais, universidades e escolas de governo estaduais e municipais também farão parte do ‘Enap em Rede’ que ofertará cursos presenciais sobre os seguintes temas:

  • Elaboração de Editais para Aquisições no Setor Público;
  • Elaboração de Termos de Referência e Projetos Básicos para Contratação de Bens e Serviços no Setor Público;
  • Gestão e Fiscalização de Contratos Administrativos;
  • Fundamentos da Gestão da Logística Pública e Teoria Geral da Licitação;
  • Gestão de Materiais;
  • Elaboração de Indicadores de Desempenho Institucional;
  • Elaboração de Projetos;
  • Gestão da Estratégia com o Uso do Balanced Scorecard (BSC);
  • Gestão Orçamentária e Financeira;
  • Gestão do Orçamento Público.