Canal Aberto Brasil
Absolutamente tudo sobre notícias

Antes de terminar a Série B, Cruzeiro e Felipão rescindem contrato

O técnico, que pegou o time em situação muito ruim, conseguiu reerguer a Raposa na Série B, que se livrou de se afundar ainda mais, em caso de queda para a terceira divisão.

Felipão tinha multa de R$10M para receber, em caso de demissão. Porém, como a rescisão partiu primeiro do treinador, o Cruzeiro não precisará arcar com a dívida. Técnico fez questão de relembrar motivos da saída, a qual já tinha ameaçado antes, em caso de não organização dos acordos feitos. Veja o relato do treinador:

Quando em outubro recebi em Porto Alegre o presidente Sérgio e diretoria, eu disse sim ao plano de construção de um novo Cruzeiro EC. Sabia do desafio que era recuperar o time na Série B. Naquele momento havia uma grande ameaça de queda para a Série C. Todos nós naquela reunião assumimos o compromisso com este projeto. Um trabalho organizado onde todos deveriam dar sua contribuição, cada um no seu setor. Aceitei retornar com enorme prazer em ajudar e trabalhar pelo clube. Conseguimos recuperar o time na série B.

O Cruzeiro emitiu uma nota comunicando rescisão amigável, dizendo o seguinte:

O Cruzeiro Esporte Clube e Luiz Felipe Scolari decidiram, em consenso, terminar a segunda passagem do treinador multicampeão pela Raposa.

Colaborando com o Clube em seu momento mais desafiador na história, Scolari e sua comissão técnica cumpriram a importante missão de recuperar o Cruzeiro no Campeonato Brasileiro da Série B, tendo dirigido a equipe celeste em 21 partidas, somando nove vitórias, oito empates e quatro derrotas.

Considerando as duas passagens, Luiz Felipe Scolari dirigiu o Cruzeiro em 96 partidas, obtendo 49 vitórias, 31 empates e 16 derrotas.

O Cruzeiro agradece e reconhece todo o trabalho, dedicação e profissionalismo de Felipão e seu staff para com o Clube neste momento importante, e deseja toda sorte e felicidade ao técnico campeão do mundo e sua comissão.

Felipão não é mais técnico do Cruzeiro (Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)

O treinador encerrou seu ciclo de mais ou menos 4 meses, onde tirou o Cruzeiro da zona de rebaixamento e o colocou na metade da tabela, chegando a até ter chances de subir para a Série A em certos momentos, mas que acabou não dando certo após alguns tropeços.

você pode gostar também

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. OK Mais detalhes