Foi publicado o Decreto nº 8.159/2013, que aprova o Programa de Dispêndios Globais – PDG para 2014 das empresas estatais federais.

Merecem destaque o PDG do Banco do Brasil, no valor de R$ 262 bilhões, da Caixa Econômica Federal, no valor de R$ 259 bilhões, e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES, de R$ 189 bilhões.

Não foi divulgado, ainda, o PDG do Grupo Petrobrás, cujo Programa de Dispêndios apenas da principal empresa do grupo, a Petróleo Brasileiro S/A – Petrobras, foi de R$ 332 bilhões em 2013.

Os dispêndios globais representam o montante total de verbas que serão empregadas pelas estatais no cumprimento das metas de política econômica governamental.

A lista completa do PDG está disposta ao longo do Diário Oficial da União , a partir da página 5.