Os ex-prefeitos Temístocles de Almeida Ribeiro e Aluísio Vinagre Regis, ambos do município de Conde, na Paraíba, podem ficar inelegíveis, a depender do julgamento pelo Tribunal de Contas da União – TCU, que verificou irregularidades em convênio e em contrato de repasse celebrados entre a prefeitura, o Ministério das Cidades e a Caixa Econômica Federal.

O TCU já decidiu rejeitar as razões de justificativas de todos e desconsiderar a personalidade jurídica das empresas fiscalizadas: J. R. Projetos e Construções Ltda., Jesus e Ribeiro Ltda. e JAF Construções e Comércio Ltda., para que seus sócios de fato respondam pelo dano apontado, solidariamente, com as respectivas empresas e com os agentes públicos envolvidos.