Além das verbas para a educação, a Presidente da República, Dilma Rousseff, assinou outro decreto em que abre aos Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social da União um crédito suplementar no valor de R$ 829,9 milhões para investimentos em publicidade institucional e na realização de eventos.

Assim como no caso da educação, os montantes também são provenientes do superávit financeiro, excesso de arrecadação e anulação parcial de dotações orçamentárias. O dinheiro vai reforçar o montante utilizado na organização das diversas conferências promovidas pelo governo federal. Além disso, será usado em campanhas institucionais.

Comentários do CAB: É preciso fiscalização redobrada do Controle e do Tribunal Superior Eleitoral – TSE para garantir que esta verba não seja utilizada pelo atual governo como campanha eleitoral. Afinal, enquanto a reforma eleitoral não avançar no Congresso, é proibido valer-se de recursos públicos para financiamento de campanha.