Os protestos realizados pelos caminhoneiros, que estão ocorrendo neste momento em todo o país, além de provocar reflexos na economia e no desabastecimento, estão exigindo que o Governo se posicione para garantir que as cidades não comecem a sofrer com a falta de produtos. Em portaria publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira, o Ministério da Justiça autorizou o emprego da Força Nacional nas ações de segurança empreendidas nas rodovias federais.

protesto-caminhão-força-nacional
A greve dos caminhoneiros pode provocar o desabastecimento dos municípios, com impactos na inflação

Em princípio, a Força poderá atuar pelo prazo de 20 dias no auxílio ao Departamento de Polícia Rodoviária Federal – DPRF, podendo este prazo ser prorrogado de acordo com a necessidade. Além disso, a atuação e o número de policiais a serem disponibilizados obedecerão ao planejamento em conjunto entre os órgãos envolvidos.

O protesto dos caminhoneiros teve início no último dia 09 de novembro e já atinge 14 estados e o Distrito Federal. Até o momento, não há previsão para o fim da greve.

Possíveis consequências da greve dos caminhoneiros

Para tentar resolver a situação da greve dos caminhoneiros, o Governo Federal expediu uma Medida Provisória que altera o Código de Trânsito Brasileiro para aumentar as penas daqueles que causarem obstrução nas rodovias brasileiras. As medidas provisórias só podem ser editadas, de acordo com a Constituição Federal, em caso de relevância e urgência.

No âmbito da relevância, a greve dos caminhoneiros pode provocar o desabastecimento dos municípios, aumentando o valor de produtos para o consumidor final com impactos na inflação. Além disso, novembro é o mês que as empresas passam a preparar os estoques para as festas de fim de ano. O atraso na entrega das mercadorias pode gerar prejuízos para os pequenos e médios comerciantes.

Já em relação à urgência, pode-se mencionar que os bloqueios nas rodovias podem gerar a perda de alimentos perecíveis, com sérios riscos para os produtores rurais, principalmente os pequenos. Vale lembrar que o setor agrícola é importante na composição do Produto Interno Bruto brasileiro

O que é a Força Nacional?

A Força Nacional de Segurança Pública foi criada em 2004 para atender às necessidades emergenciais dos estados, em questões onde se fizerem necessárias a interferência maior do poder público ou for detectada a urgência de reforço na área de segurança. Ela é formada pelos melhores policiais e bombeiros dos grupos de elite dos Estados, que passam por um rigoroso treinamento.