O Senado Federal publicou quatro resoluções nas quais autoriza o estado de São Paulo a contrair empréstimos para investimento em vários segmentos sociais. A decisão foi tomada pelo Plenário da Casa Legislativa. O montante será adquirido junto a credores internacionais e totalizaria aproximadamente R$ 3,2 bilhões, se fosse convertido em reais.

O primeiro, no valor de € 300 milhões, será a contratação de crédito externo com a Agência Francesa de Desenvolvimento para o “Projeto Trem de Guarulhos – Implantação da Linha 13 Jade da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos”. O segundo, no valor de US$ 204 milhões, seria fornecido pela Corporação Andina de Fomento para financiar parcialmente o “Programa Sistema de Macrodrenagem do Rio Baquirivu-Guaçu”. O terceiro empréstimo, de US$ 480 milhões, será empregado no financiamento parcial do “Programa de Investimento Rodoviário do Estado de São Paulo – 1ª Fase”. E o quarto e último, totalizando US$ 270 milhões, irá para o fortalecimento da gestão da saúde estadual.

Comentários do CAB: Empresas de engenharia devem estar comemorando e muito esta notícia. É muito dinheiro para ser investido principalmente em obras estruturais. Muitas das vezes estes recursos são gastos de forma errônea, sem o devido planejamento e zelo com o erário. O resultado são dívidas gigantescas e pouquíssimos resultados para um voluptuoso montante.