A Universidade Federal de Viçosa, localizada em Minas Gerais, publicou no Diário Oficial desta terça-feira, 14, nada menos do que sete punições a empresas acusadas de inexecução total das obrigações contratadas. As penalidades impedem que as licitantes participem de certames ou contratem com qualquer órgão da União por prazos que variam de quatro meses a dois anos.

Abaixo segue a lista das empresas apenadas:

a)     SEILONSKI & OLIVEIRA LTDA – ME, CNPJ nº 05.197.570/0001-37 – 2 anos + multa de 10% do valor contratado;
b)    LANISUL COMÉRCIO DE EQUIPAMENTOS E SUPRIMENTOS LTDA – ME, CNPJ nº 05.170.221/0001-21  – 8 meses + multa de 10% do valor contratado;
c)     SEI UTILIDADES E EMBALAGENS LTDA – ME, CNPJ nº 07.763.280/0001-39 – 4 meses + multa de 10% do valor contratado;
d)    MARIA DO CARMO MARCIANO RIBEIRO EMBALAGENS – ME, CNPJ nº 14.205.633/0001-40 – 4 meses + multa de 10% do valor contratado;
e)     MARCELO BRANDÃO MEDEIROS – ME, CNPJ nº 01.156.414/0001-77 – 6 meses + multa de 10% do valor contratado;
f)      RIBEIRO & SOBRINHO LTDA – ME, CNPJ nº 10.351.523/0001-36 – 6 meses + multa de 10% do valor contratado;
g)     ÁPICE CIENTÍFICA EIRELI, CNPJ nº 05.990.063/0001-56 – 6 meses + multa de 10% do valor contratado.