A aquisição de pneus reformados para automóveis é mais uma opção para os consumidores que buscam custos mais baixos na hora da substituição do material. Para os ambientalistas, a reforma também é uma opção viável, com a reutilização da matéria-prima e menores danos ao meio ambiente. Pesquisas apontam que a sustentabilidade cada vez mais é um componente forte na hora da escolha dos produtos pelos consumidores.

Para as empresas de micro e pequeno porte, o prazo de adequação será estendido para 36 meses.
Para as empresas de micro e pequeno porte, o prazo de adequação será estendido para 36 meses.

Com o aumento do uso destes produtos, a qualidade dos pneus reformados passou a ser uma preocupação para técnicos do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia – Inmetro. Por meio da Portaria nº 554/2015, publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira, 03 de novembro, o instituto aprovou o Regulamento Técnico da Qualidade para Reforma de Pneus. A norma se aplica aos serviços de reforma de pneus para automóveis, camionetas, caminhonetes, veículos comerciais, comerciais leves e equipamentos de reboque anexados a esses veículos.

Os fabricantes tem o prazo de 24 meses para que se adequem à norma. A partir de então, todos os pneus produzidos deverão atender ao regulamento técnico aprovado. Para as empresas de micro e pequeno porte, o prazo de adequação será estendido para 36 meses.

Certificação de Pneus Reformados

Desde o ano de 2012, todas as empresas que reformam pneus devem ser certificadas pelo Inmetro. A certificação atende a requisitos mínimos de segurança dispostos na Portaria nº 444/2010. A certificação é obrigatória para todas empresas que realizem o serviço de reforma de pneus destinados a Veículos Comerciais, Comerciais Leves e reboques anexados a eles.

As medidas definidas pelo Inmetro para adequar as unidades reformadoras de pneus envolvem a apresentação de documentação comprobatória e técnica para avaliação das dependências da empresa, registros junto a órgãos governamentais, existência de controle do processo de reforma, controle dos equipamentos de medição entre outros. As regras valem para qualquer método de reforma de pneus.