Três instituições do denominado Sistema S deverão receber R$ 57 milhões do Governo para investimento em cursos de capacitação profissional. O repasse da verba foi autorizado pela Secretaria de Educação Profissional do Ministério da Educação, que considerou o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial – Senac;o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar; e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte – Senat aptos a receberem os recursos.

Dentre as instituições, o Senac deverá perceber o maior valor – R$ 45 milhões. Cada uma das outras duas entidades deverá receber o montante de R$ 6 milhões. As entidades deverão ofertar vagas em cursos de educação profissional técnica de nível médio e em cursos de formação inicial e continuada ou qualificação profissional.

Os créditos orçamentários obedecem à uma classificação funcional programática de apoio à formação profissional e tecnológica, que é parte do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego – Pronatec do Governo Federal.

Sistema S

O termo “Sistema S” é utilizado para designar o conjunto de entidades corporativas que operam oferecendo treinamento profissional, assistência social, consultoria, pesquisa e assistência técnica à população.

Com características organizacionais bastante semelhantes, as seguintes instituições compõem o sistema: o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai); o Serviço Social do Comércio (Sesc); o Serviço Social da Indústria (Sesi); o Serviço Nacional de Aprendizagem do Comércio (Senac); o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar); o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop); o Serviço Social de Transporte (Sest); o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat); e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).