O Superior Tribunal de Justiça – STJ e o Conselho Nacional de Justiça – CNJ divulgaram nesta terça-feira, 11, o seus respectivos cronogramas anuais de desembolso mensal. O CNJ planeja gastar quase R$ 220 milhões com despesas diversas, pagamento de pessoal e encargos. Já o STJ deverá desembolsar aproximados R$ 1,2 bilhão ao longo de todo 2014, incluindo pagamento de pessoal, despesas correntes, pensões e cumprimento de sentenças.

Em ambos os casos, Janeiro é o mês com maior gasto, fato explicado pelo pagamento do décimo terceiro salário, de mais taxas e de reajustes na folha de pagamento.

Clique aqui para ver a tabela completa, mês a mês, com a previsão de gastos.

Comentários do CAB: Iniciativa que demonstra transparência sempre merece destaque. O Poder Judiciário, guardião das leis, tem a obrigação moral de dar o exemplo.