Vale a pena ler a Solução de Consulta nº 24, de 13 de novembro de 2013, da Receita Federal, publicada no Diário Oficial da União de hoje:

ASSUNTO: Simples Nacional
EMENTA: REVENDA DE PROGRAMAS NÃO CUSTOMIZÁVEIS PARA COMPUTADOR, COM AS CORRESPONDENTES LICENÇAS DEFINITIVAS. TRIBUTAÇÃO NA FORMA DO ANEXO I.
A receita decorrente da revenda de programas não customizáveis para computador (“software de prateleira”), com as correspondentes licenças definitivas, tem natureza comercial e, conseqüentemente, no Simples Nacional, deve ser tributada na forma do Anexo I da Lei Complementar nº 123, de 2006.

Dispositivos legais: Lei Complementar nº 123, de 2006, art. 18.