O Rio Grande do Sul se tornou primeiro estado do País a receber certificação do Selo Quilombos do Brasil, do governo federal. Isso significa que as associações de quilombos gaúchos que adotam a agricultura familiar – e são donos de suas terras – poderão participar de licitações exclusivas para venda de alimentos produzidos nesses locais. O primeiro edital será lançado pelo Grupo Hospitalar Conceição – GHC, que prevê um repasse mensal de R$ 30 mil para essas associações. O RS possui 105 comunidades quilombolas reconhecidas, abrangendo 1.447 famílias.

O lançamento do selo foi realizado nesta quarta-feira, 25, no auditório do hospital, com representantes do Ministério do Desenvolvimento Social, do Ministério do Desenvolvimento Agrário e do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária. Esta será uma nova modalidade do Programa de Aquisição de Alimentos voltada para a agricultura familiar desenvolvida por famílias moradoras de quilombos.

A meta é ampliar o consumo de produtos oriundos dos agricultores familiares no hospital, inicialmente com alimentos orgânicos e não orgânicos e, posteriormente, com preferência para orgânicos. Atualmente, o GHC consome 215 toneladas de alimentos por mês, sendo cerca de 110 toneladas através do PAA, com investimento total de R$ 4,5 milhões por ano.