A Universidade de Viçosa continua com seu martelo punitivo à todo vapor. Desta vez, mais três empresas foram penalizadas com impedimento de licitar e contratar com a União pelo prazo de seis meses. A Climafort Ar Condicionado, Marlise Pinto e Maveso Comercial foram punidas por inexecução total das obrigações assumidas. As três empresas também deverão pagar multa de 10% sobre o valor de cada contrato, além do descredenciamento do SICAF.

A justificativa para a aplicação das punições é o desrespeito ao art. 7 da Lei nº 10.520/2002, que prevê suspensão do direito de licitar e contratar por até cinco anos se a empresa se enquadrar dentro dos critérios estabelecidos.

Comentários do CAB: É rara uma semana em que a Universidade de Viçosa não aplica penalidade em alguém. Ou há um rigor em excesso na comissão de licitação ou há sérias falhas no processo de elaboração de editais, já que empresas despreparadas estão conseguindo vencer os certames.