A Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação – MEC confirmou a aptidão do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial – Senac, do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – Senai e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar para receber recursos financeiros da União.

Os recursos, no valor de R$ 187 milhões, obedecem a programação orçamentária para o apoio à formação profissional e tecnológica do Governo Federal da Bolsa-Formação Pronatec/Sistema S.

O Pronatec é o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego criado pelo Governo Federal em 2011, por meio da Lei 11.513/2011, com o objetivo de expandir a oferta de cursos técnicos e de promover a melhoria do ensino médio no país.

Os cursos são ofertados de forma gratuita por instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica e das redes estaduais, distritais e municipais de educação profissional e tecnológica.

O Senai, Senat, Senac e o Senar também oferecem à população cursos de formação profissional como parte do Pronatec.

O Sistema S

O denominado Sistema S é composto por nove entidades de interesse de categorias profissionais (Senar – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural; Senac – Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial; Sesc – Serviço Social do Comércio; Sescoop – Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo; Senai – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial; Sesi – Serviço Social da Indústria; Sest – Serviço Social de Transporte; Senat – Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte e Sebrae – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e tem a finalidade de promover ações de treinamento profissional, assistência social, consultoria, pesquisa e assistência técnica.