O coordenador substituto do Distrito Sanitário Especial Indígena Guamá Tocantis, da Secretaria Especial de Saúde Indígena, órgão vinculado ao Ministério da Saúde, aplicou uma penalidade à empresa Quantity Brasil Ltda. de advertência e multa por atraso na entrega de painéis solares. A Quantity terá que pagar R$ 6,3 mil referentes aos 10% do valor da nota de empenho devido ao atraso de 121 dias na entrega das placas. A empresa tem cinco dias úteis para protocolizar recurso contra a decisão.

Comentários do CAB: Interessante a penalidade aplicada. De fato, uma demora de 121 dias na entrega vai muito além de um mero atraso, principalmente por se tratar de questões relacionadas à saúde indígena. Quando as licitantes irão perceber que não se pode brincar com a saúde alheia?