Foi publicado no Diário Oficial da União da sexta-feira, 31, extrato de rescisão do convênio firmado entre o Ministério da Saúde e a Koinonia – Presença Ecumênica e Serviço/RJ, a qual tem como um dos associados o pai do atual ministro, Alexandre Padilha. O ministro anunciou que deixará a pasta para disputar as eleições no estado de São Paulo. A decisão foi confirmada pelo Governo Federal na própria sexta-feira.

Comentários do CAB: É interessante notar que, para evitar eventuais constrangimentos, o nome do signatário, por parte da Koinonia, foi omitido na publicação. A ausência da indicação do nome das partes signatárias pode ser considerada ofensa ao princípio da publicidade e da transparência, aos quais está adstrita toda a Administração Pública.