Canal Aberto Brasil
Absolutamente tudo sobre notícias

Brasil registra 647 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas

Total de vitimas fatais chega a 239.294, a média dos últimos 7 dias somam 1.105.

Os dados de novas vítimas fatais e números de contaminados, foram divulgados pelas secretarias estaduais de Saúde. Até o momento o Brasil registra um total de 239.294 óbitos desde o começo da pandemia.

Desde começo da pandemia do novo Coronavírus, o números de casos confimados de contaminados somam 9.833.695. Nas últimas horas foram registrados 22.440 pessoas contaminadas com a Covid-19.

Nas últimas 24 horas, os números de mortes divulgados pelas secretarias estaduais de Saúde são de 647  vitais fatais.

Situação de mortes nos estados

Segundo os dados divulgados hoje, 12 estados estão com o números de mortes pela Covid-19 em alta. Os estados em alta são: Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, Acre, Pará, Rondônia, Roraima, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Em estabilização estão 11 estados e o Distrito Federal. Os estados que estão estáveis são: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Espirito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal, Mato Grosso, Tocantins, Alagoas, Pernambuco, Piauí e Sergipe.

Em queda aparecem os estados do Paraná, Amazonas e Amapá.

Balanço da vacinação no Brasil

Até domingo passado, 14, já haviam sido vacinadas 5.072.729 pessoas. Essas pessoas receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

Estados como Acre, Alagoas, Amazonas, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Santa Catarina, Sergipe e o Distrito Federal, já vacinaram 214.943 pessoas com a segunda dose contra o novo Coronavírus. Somando então 5.287.672 pessoas vacinadas.

Os estados de São Paulo e Goiás já iniciaram a aplicação da segunda dose da vacina contra o Covid-19.

 

você pode gostar também

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. OK Mais detalhes