Da Agência Estado

Primeiro a se pronunciar na audiência pública, nesta quarta-feira, 26, da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados, o ministro Jorge Hage, da Controladoria Geral da União – CGU, disse aos deputados que há em vigor em todo país 1.585 convênios com organizações não-governamentais, sendo que 1.405 foram fechados no ano passado. Segundo Hage, os convênios firmados em 2013 chegam a R$ 2,3 milhões de recursos públicos federais investidos.

Em sua apresentação, o ministro disse que a CGU atua em parceria com outros órgãos públicos, como Polícia Federal, Tribunal de Contas da União – TCU e Advocacia Geral da União – AGU. Hage destacou que a CGU promove fiscalizações sobre o funcionamento dos programas e auditorias em caso de denúncias.

Hage foi convocado junto com os ministros Gilberto Carvalho, da Secretaria Geral da Presidência, e Manoel Dias, do Trabalho, na esteira da crise de articulação política entre o Palácio do Planalto e a base aliada na Câmara. Os requerimentos foram apresentados pela oposição e endossados por deputados rebelados. Oficialmente, os ministros foram convocados para prestar esclarecimentos sobre denúncias de irregularidades em repasses do governo a ONGs e ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra – MST.