A Polícia Militar do Piauí formalizou a compra de 500 pistolas modelo PT 840 Plus para o seu efetivo. O contrato assinado foi publicado no último dia 03 e a compra foi realizada por meio de inexigibilidade de licitação. A empresa contratada é a brasileira Forjas Tauros S.A., uma das mais famosas da indústria bélica. O valor da compra será de R$ R$ 1.211.500,00.

No mês de julho, a PM/PI já tinha efetuado a aquisição de mil coturnos também sem licitação. A empresa White Lake Equipamentos Ltda foi contratada por R$ 184 mil para fornecer esse material. Enquanto a licitação de coturnos não era finalizada, a Polícia Militar assinou contrato diretamente com a White Lake Equipamentos Ltda no dia 23 de abril, dispensando a licitação em razão do “caráter emergencial”.

No Diário Oficial do Estado de 23 de junho a licitação foi finalizada. A mesma empresa foi vencedora e assinou um novo contrato, desta vez no valor de R$ 955 mil para a compra de cinco mil coturnos. Até o momento a empresa alega não ter recebido nenhum valor, mas o governo já empenhou R$ 757 mil em favor da White Lake.

As aquisições são parte do processo de aprimoramento da policia piauiense. Os militares reclamavam do descaso do governo com a categoria, que precisava utilizar uniformes velhos, coturnos furados, armamento antigo, entre outros problemas.

O novo armamento

Policiais usarão a arma fornecida pela empresa Taurus.
Este é o modelo da arma comprada pela PM/PI.

A pistola adquirida para uso dos policiais do Piauí é considerada arma de ponta. Leves e precisas, as armas facilitam a empunhadura e tem baixo índice de falhas.

A Taurus é uma companhia brasileira de capital aberto com sede em Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Fundada em 1939, a empresa possui atualmente sete plantas industriais, seis delas no Brasil e uma em Miami, nos Estados Unidos. Os produtos fabricados pela companhia estão divididos nos seguintes segmentos: Armas e Acessórios, Capacetes e Acessórios, Contêineres e Plásticos e M.I.M. Quase toda a produção é focada na produção de armamentos ofensivos e defensivos de policiais, seguranças e militares.