As polícias Federal e Rodoviária Federal receberam autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão para promover concurso público com intuito de ocupar 1.612 cargos vagos.

A autorização ocorreu por meio da publicação de três portarias: Portarias nº 255, 256 e 257, de 15 de agosto de 2014. Pelas normas ficam autorizados os provimentos de 500 cargos de Policial Rodoviário Federal; de 566 cargos do Plano Especial de Cargos da Polícia Federal e de 546 cargos da Carreira Policial Federal, todos para compor o Quadro de Pessoal do Departamento de Polícia Federal.

O provimento dos cargos depende de verificação prévia das condições exigidas para a nomeação dos candidatos que foram aprovados em concursos públicos realizados pelos órgãos das polícias. A responsabilidade por atestar essas condições será do Diretor- Geral do Departamento de Polícia Federal e que também deverá realizar todas as providências para a efetivação dos provimentos.

O preenchimento dos cargos fica condicionado a existência de vagas na data da nomeação e a uma declaração do ordenador de despesa sobre a adequação orçamentária e financeira da nova despesa gerada à Lei Orçamentária Anual e a sua compatibilidade com a Lei de Diretrizes Orçamentárias, ficando demonstrada a origem dos recursos a serem utilizados.

O provimento dos cargos deverá ocorrer a partir do mês de agosto deste ano, seguindo-se a distribuição abaixo:

Policial Rodoviário Federal 
Total 500

 

Cargos do Plano Especial de Cargos da Polícia Federal
Engenheiro 11
Administrador 4
Psicólogo 3
Arquivista 2
Assistente Social 7
Contador 5
Agente Administrativo 534
Total 566

 

Cargos da Carreira Polícia Federal 
Delegado de Polícia Federal

 

128
Perito Criminal Federal

 

87
Escrivão de Polícia Federal 331
Total 546

 

Total de cargos 1612