O ex-prefeito da cidade mineira de Felisburgo, Jairo Murta Pinto Coelho, foi condenado pelo Tribunal de Contas da União – TCU a ressarcir os cofres públicos no valor de R$ 233.200,00, pela inexecução de convênio destinado à ampliação de sistema de abastecimento de água da municipalidade. Além disso, foi-lhe cominada multa de R$ 90.000,00.

Como as suas contas foram julgadas irregulares, poderá ficar inelegível. Deverá providenciar uma boa defesa.

Confira a íntegra do Acórdão nº 6748/2013 – TCU – 1ª Câmara