Dilma Rousseff autorizou hoje a liberação de um montante considerável para investimento em vários setores. A Presidência da República abriu crédito suplementar no valor de R$ 3,1 bilhões em favor do Ministério do Turismo, Cidades e Minas e Energia para investimento em projetos de infraestrutura turística, amortização dos juros da dívida interna e externa, subsídios para a economia, incentivos rurais, entre outras finalidades.

A maior parte da verba(R$ 3 bilhões) virá do superávit financeiro oriundo do balanço patrimonial de 2013. O restante (R$ 136 milhões) virá de dotações orçamentárias anuladas. O pacotão será liberado gradualmente de acordo com os princípios estabelecidos por cada ministério responsável.

Além disso, a Presidência também liberou mais R$ 722 milhões em financiamentos para a Marinha Mercante e para a Indústria de Construção e Reparação Naval. O objetivo é a reforma e compra de embarcações para o país e custeio das atividades.

Por fim, Dilma autorizou, ainda, a destinação de R$ 66,4 milhões em favor da Câmara dos Deputados, Justiças Federal, Eleitoral, do Trabalho e do DF. A verba será usada no julgamento de causas, pagamento de indenizações e custeio dos processos legislativo e de fiscalização de gastos.

Veja os decretos que liberam os montantes aqui, aqui e aqui.