O Banco Central elevou na quarta-feira a taxa básica de juros em 0,50 ponto percentual, passando para 12,75% ao ano, em decisão unânime e amplamente esperada pelo mercado. Nesta sexta-feira, a medida foi divulgada no Diário Oficial da União. “Avaliando o cenário macroeconômico e as perspectivas para a inflação, o Copom decidiu, por unanimidade, elevar a taxa Selic em 0,50 p.p., para 12,75 por cento a.a., sem viés.”, informou o Comitê de Política Monetária – Copom do BC.

As expectativas dos analistas eram unânimes em relação a alta, com a maioria deles apostando em 0,5 ponto percentual, diante do cenário de inflação elevada. Juros altos demais podem desacelerar a economia, pois deixam os compradores mais receosos. A taxa, que havia atingido seu patamar mais baixo durante o governo anterior, começou a subir novamente – já é o maior valor em 6 anos.

No fim de outubro, o Copom deu início ao atual ciclo de aperto monetário ao elevar a Selic em 0,25 ponto percentual, em decisão surpreendente e que contou com apoio de todos os membros do comitê. No encontro de dezembro, o Copom acelerou o ritmo e elevou a taxa em 0,5 ponto percentual, elevando novamente a Selic em 0,5 ponto percentual na reunião de janeiro.