O contribuinte brasileiro já pode começar a preencher a declaração de Imposto de Renda deste ano. A Secretaria da Receita Federal lançou na segunda-feira, dia 3, o programa chamado “Rascunho” para facilitar a vida de quem não gosta de deixar tudo para última hora. O programa gerador da declaração do IRPF 2015 só será lançado em março de 2015. O uso é opcional, mas o novo aplicativo pode facilitar a vida de muita gente.

A novidade não altera as regras da declaração de renda da pessoa física, que continuam as mesmas. O contribuinte deverá continuar guardando seus recibos durante cinco anos. A vantagem é poder ir registrando gastos mensais ou ocasionais, sem correr o risco de esquecer o lançamento no ano que vem, como o recebimento de aluguel, compras e vendas de imóveis ou carros, despesas médicas. Os dados poderão ser exportados para a declaração final por intermédio do próprio programa.

O programa pode ser usado tanto pelos contribuintes que declaram o IR pelo formulário completo, que permite abater gastos com dependentes e médicos, quanto por quem usa o modelo simplificado, com os descontos padrão.

O aplicativo Rascunho já está disponibilizado on line  e pode ser baixado para computadores, smartphones, tablets e demais aparelhos móveis pelo site da Receita Federal ou na respectiva loja de aplicativos.

Os dados ficarão disponíveis até 28 de fevereiro. No dia 1º de março, quando começa o período da declaração, o programa não estará mais disponível, mas os dados poderão ser transferidos para a declaração. De acordo com a Receita, cada contribuinte vai precisar criar uma senha para acessar a aplicação e garantir a segurança dos dados.