No dia 7 de outubro de 2013, a Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação – vinculada ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão – mudou as regras da modalidade Pregão Eletrônico, conforme comentário publicado anteriormente aqui no Canal Aberto Brasil. A Instrução Normativa nº 3, de 4 outubro de 2013, foi publicada no Diário Oficial da União no dia 7.

A normatização é de suma importância, pois busca evitar o uso dos famosos “robôs” – softwares programados para dar lances automáticos – na fase de lances da licitação. Pelo novo texto, um licitante não pode dar mais de um lance em menos de 20 segundos e o intervalo entre os lances não pode ser menor do que 3 segundos. A mudança tem por objetivo aumentar a transparência e a competitividade nos certames.

O site Convergência Digital redigiu interessante matéria explicativa sobre o assunto. Clique aqui para ler a íntegra do texto.