O Tribunal de Contas do Município de São Paulo – TCM suspendeu ontem a licitação da prefeitura paulistana para a construção de novos corredores de ônibus na cidade. As obras, orçadas em R$ 4,7 bilhões, são uma das principais vitrines do prefeito Fernando Haddad (PT) na área de transportes. A abertura dos envelopes da concorrência estava prevista para hoje.

 

Leia a matéria completa no site do Valor Econônico.