O jornal Valor Econômico desta segunda-feira, 17, traz matéria acerca do relatório de auditoria emitido pelo Tribunal de Contas da União – TCU. O Tribunal determinou que a unidade do Sesc no Rio de Janeiro suspenda, em até 15 dias, regras de bonificação salarial adotadas pela instituição para premiar cargos de diretoria. Segundo a apuração do jornal, a exigência dizia respeito apenas às duas últimas faixas salariais (master e simples) do chamado “Programa de Premiação Individual por Alcance de Metas”, criado em 2011.

De acordo com o Valor, após ouvir as explicações e argumentos apresentados pela diretoria do Sesc-RJ, que tentou justificar a remuneração extra, o TCU concluiu que a bonificação é incompatível com a natureza da entidade e dos recursos por ela administrados.

Leia a íntegra da matéria no site do Valor Econômico.