O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo multou em R$ 5,3 mil o prefeito de Araçatuba/SP, Cido Sério, por uma licitação irregular para a compra de materiais escolares em 2009, no primeiro ano da administração dele. Outras sete pessoas receberam a mesma multa.

Segundo informações do Tribunal, apenas empresas fora de Araçatuba participaram da licitação e os preços apresentados eram bem diferentes. O prefeito Cido Sério também responde na Justiça por este mesmo caso.

Ele é acusado de ter superfaturado a compra desses materiais escolares. O Ministério Público pede a cassação do diploma de Cido. Ele foi condenado nesse processo, mas os advogados recorreram da decisão. Cido Sério ainda não se pronunciou sobre o assunto. Caso seja condenado em definitivo, o prefeito pode perder o mandato e ficar inelegível em razão da Lei da Ficha Limpa.