Às vésperas do início das campanhas eleitorais, o Tribunal Superior Eleitoral – TSE liberou mais de R$ 9 milhões em créditos suplementares para beneficiar os tribunais regionais de diversos estados. O dinheiro deve custear a gestão de processos, o aceleramento de ações julgadas, o armazenamento das urnas eletrônicas, entre outras finalidades. Os tribunais da Bahia e de Pernambuco receberão quase 1/3 do total destinado.

Comentários do CAB: É grave a situação nos tribunais eleitorais, que ainda estão lutando para tentar julgar ações do pleito de 2010. Políticos que violaram a legislação eleitoral naquela época já estão deixando o poder e, pelo ritmo atual, sairão sem qualquer punição. Além disso, muitos desses serão novamente candidatos, podendo ser reconduzidos ao cargo – cargo este que jamais deveria ter ocupado. Temos 10 governadores nessa situação e mais uma infinidade de prefeitos, deputados e vereadores. Será que agora vai?