O Diário Oficial da União – DOU desta quinta-feira, 19, está repleto de leis que abrem o Orçamento de 2013 para diversos ajustes orçamentários.

Com a proximidade do encerramento do exercício – e a necessidade de dar cumprimento às normas que regem esse período – é importante atentar para todos os detalhes e valores constantes das novas leis.

São os últimos suspiros para empenhar ainda em 2013.

 

Comentários do CAB: Vale lembrar que todo final de exercício é sempre igual: boa parte das entidades públicas não consegue gastar todo o seu orçamento ao longo do ano. Então, para evitar que haja cortes no valor destinado no novo ano, inicia-se o processo de “queima de verbas”.

O resultado são os empenhos de última hora – feitos sem a devida análise – e a destinação para propósitos questionáveis, como reuniões emergenciais, eventos caríssimos, reformas não-programadas, compra de materiais desnecessários, aquisição de passagens aéreas, entre outras.

É fundamental que os gestores comecem a organizar-se logo no início do ano para aplicar com eficácia e correção o dinheiro do contribuinte.