Foi divulgada nesta terça-feira, 13, a lei que promove reajuste no subsídio dos ministros do Supremo Tribunal Federal – STF. A nova remuneração será de R$ 33.763e já está valendo desde 1º de janeiro de 2015. A partir de 2016, o valor do subsídio será fixado por lei de iniciativa do próprio STF, devendo ser observado os critérios de recuperação do poder aquisitivo, teto remuneratório da Administração Pública e a comparação dos seus subsídios com as demais carreiras do funcionalismo federal.

Com o aumento salarial, outras carreiras que possuem remuneração salarial equiparada a de ministros do STF deverão sofrer reajustes. É o caso, por exemplo, do Procurador-Geral da República. Nenhum servidor público, por lei, pode ganhar mais do que este valor, que é considerado o teto balizador do serviço público.